familia facebook pixel

Categoria De Mãe pra Mãe

Briga entre irmãos: o que fazer?

Briga entre irmãos. Coisa mais normal do mundo. Eu e meu, por exemplo, nos damos super bem hoje. Mas nós quebrávamos o pau na infância/adolescência. E na minha casa a história se repete. Temos briga entre irmãos todos os dias por aqui. Na verdade Nina e Maitê passam horas brincando juntas. Mas, de repente, não mais que de repente…uma começa a provocar a outra e aí já viu…briga na certa!

Continue lendo…

Brincar é assunto sério

Brincar é assunto sério sim! Sei que parece coisa de maluco, mas é a mais pura verdade.  A brincadeira é a principal forma de expressão da criança. É o principal meio dela observar e interagir com o mundo. É através da brincadeira que a criança vai vivenciar liberdade. Criatividade. Desenvolvimento do corpo. Vai soltar a imaginação. Vai aprender a tolerar as diferenças. Por isso na minha casa sempre incentivamos o

Continue lendo…

Dia das Mães é uma delícia

Meu aniversário é 13 de maio e sempre caiu perto do Dia das Mães. Ou no Dia das Mães mesmo. E eu sempre achei o máximo porque minha família se reunia pra celebrar uma coisa e acabava celebrando duas. Lembro da minha mãe, minha tia e minhas avós contentes. Era um dia de todas nós, mesmo quando eu ainda não era mãe, era só aniversariante. Pois há quase nove anos

Continue lendo…

Comemorar é preciso!

“Navegar é preciso, viver não é preciso”, diria Fernando Pessoa. Mas eu diria que comemorar é preciso e viver é obrigatório. Especialmente se você tem saúde. Se tem família. Se tem amigos. Comida na mesa todo dia. Roupa para vestir. Casa pra se abrigar do sol, do frio e da chuva. Você, assim como eu, tem tudo isso? Então, leitor querido, você faz parte de uma minoria que não tem

Continue lendo…

Entendedores entenderão meu orgulho

Hoje estive na classe da Maitê para assistí-la concluir um trabalho. Durante meses ela e os colegas se empenharam em fazer livros de verdade, com textos e ilustrações. Hoje era o dia de ler o livro em frente aos pais. Nem todo mundo entende o que se passa na cabeça e no coração de uma mãe num momento como esse. Mas, tenho certeza, entendedores entenderão meu orgulho! Olhar aquela menininha

Continue lendo…

Escrever é coisa do passado?

Todo dia pelo menos uma pessoa me diz: adoro seu blog. Coincidentemente no mesmo dia, no costumo ouvir: “porque você não vídeos? Escrever é coisa do passado”.  Será? Será mesmo que o mundo vai se tornar esse lugar chato onde, assim como as revistas, livros vão morrer? Será que as pessoas vão mesmo perder a vontade de escrever porque os outros não tem vontade de ler? E, assim, num futuro

Continue lendo…

Xuxa: idade é problema?

Vi na internet uma discussão recente sobre a idade da Xuxa e resolvi entrar no tema. Tenho 43 anos. Em maio completo 44. E não tenho NENHUM problema em assumir a idade, assim como ela. Muito pelo contrário. Gosto de dizer a minha idade e ouvir: “não parece”. Claro que parece. Tenho ruguinhas, milhões de cabelos brancos. Mas a questão é que não estou nem aí. Pra mim beleza é

Continue lendo…

Meu momento está chegando!

Acabo de me deparar com um desafio proposto pela Revista Crescer chamado meu momento. No instagram eles provocaram as mulheres com um texto que faz pensar. “Não é porque teve um filho, que seu papel se resume ao de mãe”. E eles continuam… “É preciso colocar seus desejos na frente de vez em quando e se permitir um momento para viajar, fazer um curso, olhar no espelho, se amar, passar

Continue lendo…

Papai Noel é de verdade!!

Li em algum lugar outro dia que, a partir dos 8 anos, as crianças começam a desconfiar da existência do Papai Noel. Nina tem oito anos e meio (faz 9 em junho). E, pelo menos até agora, acha que o Papai Noel é de verdade! Mas será que essa linda fantasia está com os dias contados? Fico triste só de pensar no assunto. Primeiro porque sou a fã número um

Continue lendo…

Pais: têm que participar!

Não basta ser pais, têm que participar. Desde que tive filho essa frase, que originalmente era no singular (no comercial da Gelol, alguém lembra?), se mostrou uma super verdade! Na minha opinião não basta levar no playground se você não escorrega junto, não brinca na balança. Não adianta levar na praia se não brincar de baldinho na areia e nem pegar jacaré. Não adianta levar no cinema pra ver o

Continue lendo…