Colo: eu não dou mais…

Logo eu, que nunca neguei. Logo eu que estava sempre a postos, não importava o lugar, a roupa, meu cansaço. Logo eu que cheguei a carregar a mais velha enquanto amamentava a caçula para evitar ciúmes. Pois eu não pego mais minhas filhas no colo quando estou em pé. Por que? Simplesmente porque elas cresceram e eu não consigo mais…(nesse momento cai uma lágrima).

Colo

Me lembro da primeira vez que peguei a Nina nos braços. Até então eu nunca tinha segurado um bebê que havia saído de dentro de uma barriga segundos antes (especialmente da minha!). Me lembro da primeira vez que peguei a Maitê também. Já era mais safa, é verdade, mas estava tão emocionada quanto da primeira vez. Nas duas ocasiões estava deitada, é verdade! Mas se não estivesse anestesiada teria saído correndo com as duas, de tanta alegria!

Me lembro delas pedirem colo quanto queriam carinho. Ou quando tinham medo. Vergonha. Cansaço. Já andei quilômetros com as duas penduradas no meu pescoço. E sempre amei. Muita gente (mala) dizia: “essas meninas vão ficar mal acostumadas” ou então “se você fizer as duas dormirem assim nunca mais elas vão pegar no sono sozinhas”. E outras asneiras mais. O fato é: as duas pegam no sono sozinhas desde sempre e não, não ficaram mal acostumadas. Fui eu que fiquei…

Tanto que já estou morrendo de saudade de ter as duas no meu colo, abraçadinhas. Estou morrendo de saudade de ficar grudada com elas. De ser sempre a escolhida para carregá-las mesmo quando pai ou os avós estavam junto. De ser o colo preferido na hora do sono, medo ou vergonha.

Não tem mais jeito?

O fato é que do alto dos meus um metro e sessenta de altura e cinquenta e cinco quilos preciso aceitar que não consigo mais pegar duas meninas de trinta quilos cada e 1,20 e 1,30 de altura sucessivamente. Se estiverem dormindo então, aí que não consigo mesmo.

Agora quando elas estão cansadas eu sento e elas sentam no meu colo. Quando estão com vergonha também. E acontece o mesmo quando estão com sono. Continuo sendo o porto seguro delas. Continuo sendo referência na hora de aconchego. Apenas o jeito de dar colo mudou! Vou morrer de saudade…

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Newsletter Familia Muda Tudo

Cadastre-se em nossa newsletter!