familia facebook pixel

Posts by Patrícia Maldonado

Comemorar o dia dos pais duas vezes pode?

Comemorar datas especiais, como dia dos pais, é sempre bom. Mas quando a gente mora fora é ainda melhor, sabe por que? Porque aí a gente comemora duas vezes!!! Aqui nos Estados Unidos esse ano o dia dos pais vai cair em 18 de junho. No Brasil em 13 de agosto! Ou seja: teremos duas festas na minha casa! Comemorar nunca é demais!!! Já deu pra perceber que eu sou

Continue lendo…

Mudanças residenciais mudam tudo!

Mudanças residenciais significam muito pra mim. Mais do que mudar de casa simplesmente, quando eu me mudo eu costumo abandonar também velhas peças e velhos hábitos. Experimentar um novo jeito de ser e de viver. Me redescobrir. Falo isso baseado em vasta experiência. Mudei de casa milhões de vezes. Quando era pequena morávamos todos numa casa pequena. Mudamos pra uma chácara em busca de espaço. O tempo passou e decidimos tentar

Continue lendo…

Fada do dente veio de novo!!

A fada do dente passou por aqui ontem de novo. Sim, Nina perdeu o segundo dentinho debaixo. Assim como da primeira vez ela chegou da escola com o dente na mão e um sorrisão no rosto. Estava louca pra colocar o dente debaixo do travesseiro e dormir logo. Sabia que no outro dia, se a fada tivesse vindo buscar o dente, ela encontraria umas moedinhas no lugar. Estava tudo muito

Continue lendo…

Preguiça de mudar impede de ser feliz

Desde que mudei para Estados Unidos o que mais leio nas mensagens que recebo é: “que coragem”! A maioria das pessoas elogia o fato de eu ter encarado o desconhecido. Me jogado no novo. Começado do zero. Muitos acham incrível eu ter deixado pra trás minha carreira sólida. Minha rede de amigos. Minha zona de conforto. E elas atribuem tudo isso a coragem. Não concordo. Sou bem medrosa inclusive. A questão

Continue lendo…

Segundo filho: como contar pro primeiro

Minha amiga Eliana está grávida do segundo filho. Uma menina que chega em setembro. Assim como a maioria das mães ela está feliz com a bebê que está chegando mas, mais do que isso, está preocupada com o Arthur, seu primeiro filho. Como contar que daqui a pouco ele vai ter que dividir a casa, os brinquedos e, o mais duro: a mãe? Como explicar que o reinado de filho único vai

Continue lendo…

Brasil: a gente ama mesmo quando deixa!

Moro nos Estados Unidos há dois anos, mas continuo amando o Brasil. Continuo sofrendo cada vez que leio notícias como as dos últimos dias (especialmente as de ontem). Continuo tensa com a crise. Claro, meus pais, irmão, primos, tios e até minha avó ainda moram no Brasil e isso justifica parte da minha preocupação. Sim, tenho milhares de amigos no país o que também contribui para ficar ligada nas notícias. Mas

Continue lendo…

Birra: acontece com todo mundo

Eu também achei que minhas filhas jamais se jogariam no chão do supermercado se eu não comprasse sorvete. Eu também achei que elas comeriam legumes se eu as ensinasse desde bebê. Eu também acreditei que elas entenderiam que só podem comer doces nos finais de semana. Mas aí eu tive filhos. E conheci a BIRRA. Essa palavrinha pequenininha tem um poder enorme. Trata-se de uma arma que os filhos usam

Continue lendo…

Culpa: barreira contra a felicidade!

A maioria das mães sente culpa. Por não ter tido parto normal. Por não ter amamentado. Por trabalhar demais. Por não poder dar tudo que o filho quer. Por não ter paciência. Por ser mole. Por cobrar muito. Porque queria ser perfeita. Chega de culpa A questão é que não existe perfeição. Não existe mulher maravilha. Não existe uma mãe que acerte sempre. Mas a culpa não deixa a gente enxergar

Continue lendo…

Escolhas simples podem mudar vidas!

Já parou pra pensar o que teria sido da sua vida se você não tivesse feito as escolhas que fez? Se em vez de casar com o seu atual marido você tivesse optado por ficar solteira? Se tivesse feito mochilão na Europa em vez de terminar a faculdade? Se tivesse tirado um ano sabático em vez de fez estágio? Ou se tivesse dado a volta ao mundo com aquela amiga

Continue lendo…

Dia das mães perfeito!

O dia das mães perfeito não precisa ter presente caro. Não precisa ser em nenhum lugar especial. Não precisa de luxo. Nem pompa. E muito menos de circunstância. Precisa apenas de uma boa dose de carinho! O dia das mães perfeito começa ainda na cama, quando as crianças surgem descabeladas com um desenho caprichado debaixo do braço. Quando elas se enroscam na gente e nos enchem de beijos. Quando elas repetem

Continue lendo…