familia facebook pixel

Categoria Diário da Família

TPM não! TPV: tensão pré-visita

Meus pais chegam sábado em Orlando. Não nos vemos desde julho de 2016, quando fui ao Brasil com as crianças e meu marido pela última vez. Desde então meu pai vem enfrentando um problema de saúde que o impede de viajar de avião. Ou melhor, impedia. Até mês passado, quando recebeu a liberação do médico e tratou logo de comprar a passagem pra ele e pra minha mãe. Foi nesse dia

Continue lendo…

Tartaruga fujona e responsabilidade

Sei que vou sofrer bullying por estar compartilhando isso, mas enfim…o fato é que esse fim de semana tivemos visita em casa. Mais uma vez, a convite da escola, trouxemos um animal para casa. As meninas escolheram uma tartaruga. Um tartaruga veloz. Uma tartaruga fujona, melhor dizendo. Sim, deixaram a gente tomando conta de uma tartaruga e ela fugiu!!! Tartaruga veloz??? Eu explico. Ela veio pra casa com a recomendação de

Continue lendo…

Cadeira de rodas e as crianças

Nina tem uma amiga de classe que anda com a ajuda de uma cadeira de rodas. Ela nem sabe o que aconteceu com a amiga. Nem se interessa pelo motivo que faz a amiga precisar desse equipamento para se locomover. Ela simplesmente parece que não enxerga a cadeira de rodas. Juro. Parece loucura. Mas é como se ela nem visse o aparelho em questão. Não é o máximo??? Cadeira de

Continue lendo…

Primeira vez a gente nunca esquece

Lembro perfeitamente da primeira vez que meu nome saiu na assinatura de uma reportagem no jornal. Da primeira vez em que apareci na TV. Da primeira vez em que entrei ao vivo. Do primeiro evento corporativo que apresentei. Pois essa semana adicionei mais uma “primeira vez” na minha lista! Fiz meu primeiro evento em outra língua. Sim, depois de dois anos e meio morando nos EUA essa foi a primeira vez que

Continue lendo…

Fada do dente ensina

Nina perdeu mais um dente semana passada. O primeiro de cima, o terceiro da vida. Foi a coisa mais fofa do mundo porque os amigos já tinham vivido essa experiência e ela estava ansiosa. Porque ela ficou muito feliz. Porque ficou ainda mais linda banguelinha (sou mãe, desculpa aí). E porque a fada do dente ensina uma lição importante. Ensina o valor do dinheiro. Não entendeu? Eu explico. Fada do

Continue lendo…

Morte: eta assunto difícil…

Falar de morte com as crianças é difícil. Uma pergunta emenda na outra e elas são cada vez mais impossíveis de serem respondidas, já percebeu? “Quando a pessoa morre ela não acorda nunca mais?” “Não”. “E como ela se sente?” “Ela não sente, ela morreu” “Mas como é morrer, é tipo sonho?””Sei lá”. E, sinceramente, quero demorar muito pra saber as respostas. Mas o fato é que inevitável escapar do assunto

Continue lendo…

Desafio chamado lição de casa

O sinal na escola das minhas filhas toca as 8h15. A partir daí se inicia um dia pesado que só termina as 17h. Sim, a aula mesmo termina as 15h (as quartas as 14h). Mas, como já contei aqui, elas fazem atividades depois da aula. E eu chego para buscar as duas as 17h. Ou seja, depois de nove horas naquele ambiente. Brincando muitas vezes, rindo outras tantas. Mas aprendendo

Continue lendo…

Sonhos sonhados junto viram realidade

Sempre acreditei que sonhos sonhados junto tem uma força maior. É como se eles tivessem peso dois. Ganhassem mais credibilidade perante o Universo, sei lá eu. O fato é que, quando são assim, se realizam mais facilmente, na minha opinião. Por isso mesmo adoro comemorar quando eles deixam de ser sonhos e viram realidade! Nossos sonhos… Foi assim quando minha família e eu decidimos mudar de país. Gui e eu

Continue lendo…

Minha filha tem um crush

Minha filha tem 7 anos (e meio, como ela costuma dizer!). E um crush. Sim, ela tem um crush e me confidenciou isso hoje de manhã, a caminho da escola. “Oi????”, perguntei olhando pelo espelho do carro. “Sim, mãe, tenho um crush na escola! E não vejo a hora de encontrar com ele hoje!”, completou. Minha filha tem crush Não sou desse tempo. No meu tempo não tinha esse papo

Continue lendo…

No meu coração…sempre!

Hoje de manhã fui procurar uns documentos e encontrei fotos antigas. Eu estava sentada no chão do meu quarto, mas foi como se tivesse entrado no túnel do tempo. Me vi tele transportada para 2010, quando Nina nasceu. E depois 2012, na chegada da Maitê. Chorei de saudade dos meus bebês. Elas estão aqui, daqui a pouco chegam da escola derrubando tudo que encontram pela frente, tirando a paz e o

Continue lendo…