familia facebook pixel

No meu coração…sempre!

Hoje de manhã fui procurar uns documentos e encontrei fotos antigas. Eu estava sentada no chão do meu quarto, mas foi como se tivesse entrado no túnel do tempo. Me vi tele transportada para 2010, quando Nina nasceu. E depois 2012, na chegada da Maitê. Chorei de saudade dos meus bebês. Elas estão aqui, daqui a pouco chegam da escola derrubando tudo que encontram pela frente, tirando a paz e o silêncio da casa. Mas não são mais os bebês que eu tenho guardados só no meu coração.

Engraçada essa sensação. Talvez só quem é mãe sinta. Foi como se me fizesse uma falta física de tê-las no colo (Nina está quase do meu tamanho, está cada vez mais difícil segurá-la). Foi como se sentisse saudade de alimentá-las com meus seios. Foi como se quisesse reviver esse início de vida, quando eu protegia as duas de tudo e todos no meu coração.

No meu coração

Agora elas são livres. Escolhem os próprios programas, tem amigos que eu nem conheço. Falam sobre assuntos que eu nunca escutei antes. Claro, ainda dependem de mim para um monte de coisas, mas é como se eu não fosse mais tão necessária quanto era no começo.

Você pode estar pensando que estou exagerando, afinal Maitê tem 5 anos (faz 6 em três meses) e Nina 7. São crianças pequenas ainda. Mas, sei lá. Ultimamente eu sinto as duas tão independentes que me dá até medo. Daqui a pouco não vão mais querer minha ajuda para fazer os penteados de manhã? Não vão querer que eu escove seus dentes depois do jantar? Vão me liberar da historinha antes de dormir?

Hoje, pela primeira vez, tive medo de tudo isso acabar. Foi como se sentisse o que nunca senti antes: medo delas crescerem. Tive vontade de pegar o carro, tirar elas da escola e passar o dia no parque, aproveitando cada minuto desse tempo louco que rouba tanta coisa boa da gente. Não ía adiantar. O relógio não ía parar. Decidi apenas curtir minha saudade. E esperar elas chegarem para ficar abraçada até cansar.

 

 

2 Discussions on
“No meu coração…sempre!”

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*