familia facebook pixel

Gratidão: isso que estou sentindo!

Pode parecer piegas. Pode parecer clichê. Mas é a mais pura verdade. Meu coração está transbordando gratidão. Deus cuidou de tudo durante o furacão Irma. Da minha família, da minha casa. E estamos muito felizes por não termos tido praticamente nenhum prejuízo com a tempestade.

As previsões eram as piores possíveis. O furacão era o maior de toda história. Sua área era maior do que o estado do Texas. Ele varreria Miami do mapa. Levaria Orlando pelos ares. O governador mandou milhares de pessoas abandonarem suas casas para evitar perder a vida! O pânico foi instaurado e era impossível não se deixar contagiar ao ver supermercados vazios, postos de gasolina lotados.

Enquanto o monstro vinha em nossa direção surgiram notícias de outros dois fenômenos que se juntariam a ele. As imagens na tevê sugeriam uma catástrofe a caminho. Só quem passou por isso alguma vez na vida sabe o que é ter medo de verdade. De perder a casa. De perder a vida. Não é exagero. Foi um medo real.

Gratidão

Por isso mesmo voltar pra casa e ver tudo bem foi motivo de comemoração por aqui. De festa mesmo. Me emocionei. Diante de tudo que aconteceu no caminho do Irma (mortes, estragos) não sofremos nada. E a minha gratidão a Deus é enorme.

Algumas telhas da minha casa voaram, é verdade. A calha voou longe. Árvores na rua caíram. A sujeira está por todos os lados. Mas estamos bem. Com saúde. A casa está de pé. E é isso que importa. Nos telejornais o cenário é bem outro. Desolador ver gente que não sabe nem por onde começar a refazer a vida. Como essas pessoas vão fazer? Pra onde vão? Muito triste.

Por tudo isso me sinto privilegiada. Ou melhor, abençoada. Deus olhou por nós mais uma vez e temos muito que agradecer.

 

2 Discussions on
“Gratidão: isso que estou sentindo!”

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*