familia facebook pixel

Comemorar é preciso!

“Navegar é preciso, viver não é preciso”, diria Fernando Pessoa. Mas eu diria que comemorar é preciso e viver é obrigatório. Especialmente se você tem saúde. Se tem família. Se tem amigos. Comida na mesa todo dia. Roupa para vestir. Casa pra se abrigar do sol, do frio e da chuva. Você, assim como eu, tem tudo isso? Então, leitor querido, você faz parte de uma minoria que não tem opção: tem obrigação de viver e ser feliz!!!

Comemorar é preciso!

Venho pensando nisso há algum tempo. Claro que eu quero mais. Quero fazer uma piscina no meu quintal. Quero conhecer mais países. Quero trabalhar menos. Mas quando eu paro pra pensar em tudo que já tenho, na vida que eu levo, consigo enxergar o quão maravilhosa é a minha rotina e encontro vários motivos para celebrar!

Essa semana por exemplo eu declarei abertas as comemorações do meu aniversário, que é dia 13, próxima segunda. Sim, vou começar a comemorar uma semana antes (e pretendo parar, sei lá…um mês depois!). A ideia de adiantar os festejos surgiu porque uma amigona não vai estar aqui dia 13 e eu queria que ela estivesse comigo na hora de apagar as velinhas. Mas depois, confesso, encontrei milhões de outros motivos para começar logo a comemorar! E, o principal: eu amo a pessoa que eu me tornei!

Eu me amo!

Às vésperas de fazer 44 anos sou muito mais honesta com os outros – e comigo – do que nunca. Sei meu lugar e isso significa que simplesmente não convivo mais com quem não me faz bem. E ponto final. Não vou onde sei que não sou bem-vinda. Não faço mais lobby a toa. Não perco meu valioso tempo. Não gasto meu sorriso com quem não merece.

Cada vez mais foco no que eu acredito. E em quem eu acredito. Fiquei mais seletiva. Menos extrovertida. Separo melhor conhecidos de amigos. Dou mais valor ao que penso e sinto. Não que meus amigos precisem concordar sempre comigo. Mas se pensarem completamente diferente de mim e tiverem valores que não batem com os meus eles imediatamente irão para a categoria conhecidos. Simples assim.

É isso. Acho que sou a mesma pessoa de antes. Ao mesmo tempo hoje, com quase 44 anos nas costas, posso dizer que sou bem diferente. E isso já é motivo de sobra para comemorar!

 

1 Discussion on “Comemorar é preciso!”

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*