familia facebook pixel

Categoria Diário da Família

Dia das crianças nos EUA

O dia das crianças nos EUA não foi ontem, como no Brasil. Aqui a data é festejada no 1° domingo de junho (podendo variar de estado para estado). Ontem se comemorou aqui o Columbus Day (em comemoração à descoberta da América, por Cristóvão Colombo em 12 de outubro de 1492). Bancos, repartições públicas e correios fecham, mas as crianças tiveram aula. Ou seja, pra elas, foi um dia como outro qualquer! Mesmo assim decidi

Continue lendo…

Alertas ajudam a população nos EUA

Sábado estava na casa de amigos almoçando quando recebi uma mensagem no celular. Meu marido recebeu o mesmo texto. Meus amigos também. Na verdade todos que moram na minha região receberam. Não entendemos nada, até um amigo explicar que esses alertas ajudam a população nos EUA e são muito usados pela polícia daqui. Eu explico melhor. O alerta que recebemos era um Amber Alert. O que significa que havia um

Continue lendo…

Morar fora também é perder muita coisa!

Sábado foi o dia do casamento dos meus queridos Vivi e André Vasco, no Brasil. Muitos dos meus amigos foram, postaram fotos (e me marcaram nelas), fizeram vídeos enquanto curtiam a festa (e me mandaram). Eu, embora tivesse sido convidada, não pude ir, mas acompanhei tudo quase em tempo real! Rs! Mesmo assim, confesso, fiquei triste…Porque morar fora também é perder muita coisa! Se eu estivesse em São Paulo seria

Continue lendo…

Tenho 40 anos. E daí?

Li alguns textos esses dias sobre a “crise dos 30 anos” (se eu passei por isso não me lembro, juro!). As pessoas falavam sobre como é difícil chegar nessa idade sem ter encontrado o grande amor da vida, sem ter formado uma família, sem ter comprado a casa própria ou juntado o primeiro milhão, sem ter plantado uma árvore e nem, ao menos, escrito um livro. Pois bem, confesso. Não

Continue lendo…

Ajuda para os pais que trabalham!

Meus horários de trabalho sempre foram flexíveis e aqui nos EUA não é diferente. Meu marido vive o mesmo dilema. Por um lado é bom, nunca temos rotina. Por outro é péssimo: como fazer com os filhos? Pois acabei de descobrir uma ajuda para os pais que trabalham aqui nos EUA que achei o máximo! Nina estuda numa escola pública e sai, quase todos os dias, as 15h em ponto

Continue lendo…

A mãe Wanessa Camargo na Disney!

Não importa se você já veio na Disney 100000 vezes. A primeira vez que você vem com seus filhos é especial. Foi assim comigo, quando trouxe a Nina e a Maitê pela primeira vez, em 2013. Ontem me lembrei  do que senti quando escutei o depoimento da Mãe Wanessa Camargo na Disney!! Wanessa me contou que quando entrou no Magic Kingdom com os filhos (João Francisco e José Marcus) ficou

Continue lendo…

Meu amor: sem você eu não conseguiria!

Hoje faz sete anos e oito meses que demos nosso primeiro beijo. Faz sete anos e oito meses que eu pensei: “é esse!!”. Hoje faz sete anos e oito meses que comecei a minha família. E, juro…meu amor: sem você eu não conseguiria ter feito as coisas mais importantes que fiz até hoje na minha vida! Sem você eu nunca teria as duas filhas que hoje são meu maior orgulho.

Continue lendo…

Garage Sale é coisa séria!

Um morador sugeriu. A maioria concordou. E sábado foi dia de Garage Sale no meu condomínio! Mas esqueça tudo que você já viu a respeito. Garage Sale é coisa séria por aqui! Quem topa participar “limpa os armários”, como eles mesmos dizem, e coloca a venda tudo que vê pela frente. Nada escapa! Não é exagero meu não (as fotos mostram um pouco o que estou falando). Os americanos não

Continue lendo…

Já é Halloween por aqui!

  Falta mais de um mês para o dia das bruxas, comemorado todos os anos em 31 de outubro. Mas, aos poucos, Orlando vai entrando no clima da festa. Posso dizer que já é Halloween por aqui! Alguns parques já tem eventos especiais acontecendo, muitas casas já estão decoradas e os supermercados e lojas estão cheios de artigos relacionados ao tema! Mas, afinal, porque se comemora essa data há mais de

Continue lendo…

Tem dias que bate saudade!

Não posso dizer que fui pega de surpresa. Eu sabia que morar em outro país intensificaria as amizades verdadeiras (e acabaria de vez com as que só existiram na minha cabeça). Mas é incrível como aqui as que são reais só crescem. Ganham outra proporção. E tem dias que bate saudade…das que ficaram no Brasil e das ganharam intensidade aqui e que, por algum motivo, estão longe. É o caso

Continue lendo…