familia facebook pixel

Pais: têm que participar!

Não basta ser pais, têm que participar. Desde que tive filho essa frase, que originalmente era no singular (no comercial da Gelol, alguém lembra?), se mostrou uma super verdade!

Na minha opinião não basta levar no playground se você não escorrega junto, não brinca na balança. Não adianta levar na praia se não brincar de baldinho na areia e nem pegar jacaré. Não adianta levar no cinema pra ver o desenho que a criança quer e dormir na poltrona ao lado. Sim, na minha opinião os pais tem que fazer mais do que programar o passeio e servir de motorista. Não vou nem citar o celular, que tem que, necessariamente, ficar de lado durante esses programas.

Pais e as brincadeiras

Enfim, o que eu acho que é nosso papel como pais é brincar junto sim. Participar da bagunça, da festa faz super parte. E, quer saber? Acho que é uma das melhores partes da maternidade/paternidade. Eu, pelo menos, amo brincar com as minhas pequenas. E percebo, cada diz mais, que elas também adoram minha companhia na hora da brincadeira.

No fim de semana, por exemplo, fui com minhas pequenas e o meu marido no Magic Kingdom. E nós dois fomos em todas as atrações com elas. Tomamos sorvete juntos. Inventamos um piquenique no jardim em frente ao castelo. E, antes que alguém diga: “ah, mas brincar junto na Disney é fácil!”…gostaria de reforçar que a gente brinca juntos no quintal de casa todos os dias. Fazemos piquenique no parquinho onde vamos a pé. Brincamos de esconde-esconde na sala. E por aí vai.

O importante pra gente é estar juntos, não importa onde. Além de ser uma delícia e fazer bem pra mim e pro Gui, tenho a certeza de que isso faz diferença para Nina e Maitê. Não tenho dúvida de que, no futuro, elas vão se lembrar de tudo isso. E que essas lembranças vão ser umas das melhores de toda infância!

 

 

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*