Mudar de país te ensina a perder

Mudar de país significa aprender novo idioma. Conviver com novos hábitos. Fazer novos amigos. Descobrir novos gostos. E aprender a perder.

Mudar de país

Primeiro, logo que você muda,   perde quase tudo que te fazia bem: o convívio com quem você gosta, as festas de família, as baladas com os amigos. Num primeiro momento acompanha tudo ao vivo pela telinha do celular. Até que, um dia, simplesmente não faz mais sentido se fingir presente estando a quilômetros de distância. Daí você se contenta com uma foto no dia seguinte. Um áudio com vozes embriagadas enviado na madrugada. Recebe logo ao acordar. Sorri. Mas responde qualquer coisa e segue seu dia. Dá uma pontinha de tristeza, é verdade. Mas o pior já passou.

Depois, quando você já está acostumada com o novo ambiente e os novos amigos, vem outras perdas. Sim, porque entre esse tipo de gente que larga tudo e arrisca mudar de país – entre as quais me incluo – existem muitas que não fixam raiz. Outras que estão em constante busca e que mudam de cidade como quem muda de roupa. E, por fim, tem as que simplesmente não se adaptam e voltam para seus países de origem.

O problema é a intensidade

O problema é que quando você mora fora do seu país as amizades ganham peso dois, sabe como é? Fica tudo mais intenso. Entre as pessoas serem suas amigas e se tornarem sua nova família bastam alguns encontros, basta que a criação, os ideais e os gostos batam. Parece louco, mas é assim que é.

O problema é que, muitas vezes, essa família nova que a gente ganha…um dia, de novo, a gente também perde. De novo! Porque, como eu disse, muitos vão embora. E não importa quantas vezes a gente já tenha perdido. Sempre dói. Sempre aperta o coração.

Mudar de país ensina a gente a perder sim. O único problema é que estou aqui há quatro anos e, confesso, ainda não posso dizer que aprendi…essa semana uma família querida foi embora. Parte da nossa família há dois anos. E parece que uma parte de nós não está mais aqui.

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Newsletter Familia Muda Tudo

Cadastre-se em nossa newsletter!