familia facebook pixel

Meu pai, queria estar aí…

Meu pai não é um cara fácil. É bravo. Exigente. Sempre cobrou muito de mim e do meu irmão. Sempre exigiu notas altas, empenho, dedicação. Sempre puniu erros com castigos. Sempre fez a gente entender que  nada cai do céu. Fez a gente aprender o que era compromisso, responsabilidade e hierarquia desde cedo.

Meu pai

Mesmo assim meu pai sempre foi o tipo de pai que as minhas amigas invejavam. Está sempre sorrindo, cheio de amigos em volta. Ama fazer churrasco. Assistir desfile de escola de samba. Andar a cavalo. Tomar caipirinha. Sempre cheio de historias pra contar, faz todo mundo rir.

Meu pai só nunca foi muito querido entre meus namorados e pretendentes. Rígido, ciumento e super protetor ele nunca deixava chegar tarde. Viajar “de casalzinho” então…nem pensar! Se a família do namorado estivesse junto e ele sentisse confiança ok (acho que rolou uma vez). Caso contrário nada feito.  Acho até que sou uma das únicas da minha geração que só viajou com namorado depois dos 25 (oficialmente, claro!).

Digo isso porque passei a vida tentando burlar as regras dele. Tentando dar um jeitinho. Dando umas mentidinhas. “Demorei pra chegar em casa porque o pneu do carro da minha amiga furou”. “Vou dormir na casa dela e não vamos sair de lá”. “Os pais do meu namorado também vão na viagem, não seremos só ele e eu”. Em algumas dessas vezes fui pega no flagra. E paguei o preço. Em outras sofria tanto com a possibilidade dele descobrir a mentira que o “crime”nem compensava!

Hoje nossa relação é bem outra. Ele pode até não aceitar uma decisão ou outra, mas respeita. Aconselha. Tenta ajudar mesmo estando longe. Não me controla mais e constatar isso não deve ser fácil pra ele. Mas suas opiniões continuam sendo muito importantes pra mim. Seus conselhos continuam sendo seguidos. Embora ele nem saiba disso.

Num dia como hoje estarmos distantes um do outro não é fácil. Queria levar meu pai para almoçar. Tomar uma caipirinha e colocar um samba enredo no rádio. Não vai dar. Ele está no Brasil e eu nos Estados Unidos. Mas ele sabe que estou feliz aqui. E eu sei que esse é o maior presente que ele pode ganhar hoje!

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*