familia facebook pixel

Dia de bruxa: história do Halloween

Porque Halloween é dia de bruxa?

Pouca gente sabe, mas o Halloween, ou a celebração de um dia de bruxa tem suas raízes no Reino Unido. Seu nome deriva de “All Hallows’ Eve”. “Hallow” é um termo antigo para “santo”, e “eve” é o mesmo que “véspera”. O termo designava, até o século 16, a noite anterior ao Dia de Todos os Santos, celebrado em 1º de novembro.

Esse papo de se fantasiar é antigo também. Surgiu pela crença que os celtas tinham neste dia especial. Esses povos afirmavam que na noite do dia 31 de outubro, o véu que cobre o mundo astral e a Terra deixava de existir exatamente à meia noite. Para se proteger de possíveis perigos, os celtas se cobriam com peles de bichos e máscaras de Deuses. Dessa forma não seriam reconhecidos por espíritos ruins. Eles acreditavam que nesse momento eles teriam mais facilidade de fazer “travessuras” com os seres da Terra. Engraçado pensar que começou assim, né? Mas o fato é que até hoje as pessoas usam fantasias no Halloween.

Nós escolhendo nossa abóbora para o Halloween!

Nós escolhendo nossa abóbora para o Halloween!

Mas porque usar uma abóbora na celebração, você deve estar pensando…Pois bem, pesquisei e descobri que o uso da abóbora como símbolo do Halloween foi completamente ocasional. Segundo conta a história,  Halloween quando foi criado tinha os seus próprios rituais e elementos simbólicos. Além disso existiam lendas e crenças que envolviam as festividades. Uma delas era a lenda de Jack-o’-lantern, um espírito amaldiçoada que andava perdido pela terra, sem permissão para entrar nem no céu e nem no inferno, vagueando pela escuridão das noites iluminada apenas por uma lanterna feita de um nabo com um carvão em brasa.

Com a imigração dos Irlandeses para os Estados Unidos, a festa de Halloween passou por adaptações e o nabo foi substituído pelo abóbora, já que o legume é mais comum nesta época do ano nos Estados Unidos. Assim, a abóbora passou a ser usada e associada ao Halloween, principalmente para decoração, sem nenhum significado simbólico especial.

Gostosuras ou travessuras?

A prática de oferecer doces no Halloween para as crianças teve início milhares de anos atrás, quando as mães e mulheres celtas preparavam um doce chamado “bolo das almas” e davam para as crianças, em troca de orações para algum ente querido já falecido, com o intuito de oferecer luz para quem se foi. Essa prática foi então adaptada pelos cristãos para o Dia de Finados (02/11). No Dia dos Mortos, as pessoas costumam visitar os túmulos de entes queridos e, ao invés de oferecem bolos para crianças, levam flores para quem se foi.

Dia de bruxa é dia de festa

Na prática o Halloween, pelo menos aqui nos Estados Unidos, perdeu essa raiz mística e se transformou numa festa para adultos e crianças se fantasiarem e brincarem nas ruas. Por isso mesmo esse é um dos meus eventos preferidos. É mais uma festa onde pais e filhos ficam juntos e se divertem! Amanhã eu posto nossas fantasias e como foi nosso Halloween, nosso dia de bruxa! Enquanto isso, dá uma olhada no nosso dia de bruxa do ano passado aqui http://familiamudatudo.com.br/festa-de-halloween/

 

image

 

4 Discussions on
“Dia de bruxa: história do Halloween”

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*