familia facebook pixel

Desafio chamado lição de casa

O sinal na escola das minhas filhas toca as 8h15. A partir daí se inicia um dia pesado que só termina as 17h. Sim, a aula mesmo termina as 15h (as quartas as 14h). Mas, como já contei aqui, elas fazem atividades depois da aula. E eu chego para buscar as duas as 17h. Ou seja, depois de nove horas naquele ambiente. Brincando muitas vezes, rindo outras tantas. Mas aprendendo muito. E cansando corpo e mente, claro. O desafio depois de tanto esforço? Fazer lição de casa.

Desafio de gente grande

Pra piorar a quantidade de lição é insana. Além das tradicionais, feitas em papel, normal, tem as que elas tem que fazer no computador (40 minutos por dia). Uma leitura de mais 20 minutos. E uma lição semanal longa. Off! É tanta coisa que eu nem sei de quem é o desafio maior. Se é o delas por ter que fazer ou o meu por ter que cobrar.

Elas chegam exaustas. E eu também. Mas lá vou eu, não tem saída. Proponho um descanso rápido, jantar, banho e “maratona de lição”. Elas tentam de todas as maneiras adiar o combinado. Só mais cinco minutos de descanso. Só mais um desenho. Só mais uma conversa. E eu sigo firme. E tenho opção, por acaso?

Enfim, o desafio não é só delas, mas nenhuma das duas pode saber disso. Eu também me coloco a prova todos os dias. Também queria fazer algo mais divertido a três. Também queria deixar esse negócio de lição pra lá, confesso! Mas é pro bem delas, como a vacina para evitar que fiquem doentes ou o remédio para que melhorem.

De qualquer maneira, confesso: luto contra mim mesma diariamente. Nessas horas entendo quando eu, criança, reclamava da minha mãe e ela dizia: “pode ficar brava o quanto quiser. Sou sua mãe e não sua amiga”. Sou amiga na maior parte das vezes mas, na hora da lição sou só mãe. Daquelas que pegam no pé. Desculpem, meus amores.

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*