familia facebook pixel

Carta de mãe para filha

Era pra ser um post engraçadinho. Eu ía contar sobre uns cartazes fofos que Nina deixou no portão de casa, para os vizinhos. Mas mudei de ideia ao ver que ela descreve nossa família e seus gostos nesse papel. Ela diz lá que gosta de ler. Que Maitê e o papai gostam de brincar. E que eu gosto de TRABALHAR. Pois bem. O post engraçadinho vai dar lugar a uma carta de mãe para filha, perdoem-me leitores. Mas preciso falar com minha pequena e esclarecer alguns pontos.

Eis o cartaz que motivou o post! Mom like to work! Nãooooooooooo!!!

Sei que ela não vai ler esse texto hoje. Nem sei se algum dia vai fazê-lo. Mas ao escrever essa carta de mãe para filha acho que vou conseguir organizar na cabeça tudo que preciso dizer. Parece coisa de maluco, né? Mas é assim que eu funciono. Escrevo. Organizo. Falo. Quer dizer, esse é o meu melhor jeito de funcionar. Nem sempre dá tempo e, por isso, muitas vezes as palavras me atropelam. Enfim. Hoje dá tempo. O assunto é serio. Merece um cuidado especial.

Carta de mãe para filha

Nina, a mamãe precisa falar com você. Explicar algumas coisas importantes. Se desculpar. Mamãe trabalha bastante, é verdade. Mamãe faz milhões de coisas ao mesmo tempo. É verdade. Mamãe vive ocupada. É verdade.

Faço tudo que eu faço para termos uma vida gostosa, com conforto. Para que a gente possa passear bastante. Comprar coisas legais. Viajar. Se eu pudesse escolher, não trabalharia tanto. Me preocuparia menos. Me divertiria mais. Hoje, infelizmente, não posso. Me preocupo com nosso presente, com o seu futuro e da Maitê.

Você tem 6 anos ainda, sei que é difícil entender. Mas a gente trabalha porque as coisas custam dinheiro. E só se ganha dinheiro trabalhando. Sim, eu não trabalho SÓ por isso. Trabalho porque, além disso, amo o que faço. Amo escrever. Amo falar em frente a câmera. Amo minha profissão. Ou seja, uno o útil ao agradável.

Mas hoje, ao perceber que você descreve o papai, que também trabalha bastante, como a pessoa que gosta de brincar e eu como a pessoa que gosta de trabalhar, fiquei angustiada. Eu gosto sim de trabalhar, mas amo brincar, especialmente com vocês. Amo dar bomba na piscina. Amo fazer piquenique no quintal. Amo passear no parque. Amo correr, brincar de pega-pega, esconde-esconde. E achava que fazia isso bastante. Até ver o que você escreveu hoje.

Quem sabe, sem querer, você tenha me alertado para algo que não percebi sozinha. Quem sabe você esteja me mostrando que é hora de desacelerar. De pensar menos no amanhã e mais no hoje. Quem sabe eu não estava mesmo precisando de uma bronca? Obrigada, filha. Prometo mudar. E espero que um dia você entenda. Que tudo que eu faço é por vocês.

 

4 Discussions on
“Carta de mãe para filha”

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*