familia facebook pixel

Importância dos amigos do Brasil…

Amigos que ficam no Brasil

Amigos que ficam no Brasil…

Li dia desses um texto que dizia os tipos de amigos que uma pessoa que mora fora do Brasil precisa ter (o amigo que conhece tudo do novo país, o amigo que empresta o ombro pra você chorar, o amigo que te não te deixa desanimar). Mas, pra mim, faltou um ítem nessa lista. Acho importantíssimo também os amigos que ficam no Brasil. E isso significa não perder o vínculo, apesar da distância.

Não sei se, no seu caso, isso vai ser feito por meio de internet, telefone ou pessoalmente. No meu caso eu uso e abuso das três coisas. Ligo muito (por Skype e FaceTime), troco mil emails e sou super ativa nas redes sociais deles e, sempre que vou ao Brasil a trabalho, faço questão de visitá-los.

Claro que quando a gente está a quilômetros de distância a impressão que dá é que não fazemos mais parte do universo de quem ficou lá. Não saímos mais juntos, não fomos ao show que eles foram semana passada, não assistimos o programa sobre o qual eles estão comentando, não conhecemos aquela atriz nova da novela de quem eles estão falando. Por isso mesmo muita gente acaba se distanciando das antigas amizades. Eu não. Talvez por causa da profissão, talvez pela personalidade, não sei…mas estou sempre super por dentro de tudo que está rolando por lá e participo dos papos como se ainda morasse perto dos meus amigos, como se tivéssemos nos encontrado ontem. Como se tivéssemos marcado algo pra hoje.

Acho que isso faz com que eu me sinta próxima deles, faz com que nossa amizade não “esfrie”, faz com que nada mude. Semana passada estive no Brasil para apresentar um evento e fazer as primeiras provas de roupa para apresentar o carnaval de Salvador. Foram 3 dias puxados, intensos mas, no final de cada um deles, dei um jeito de encontrar as pessoas que são importantes pra mim. Pessoas que quero que continuem fazendo parte da minha vida, do meu dia-a-dia. Alguns eu não via há meses, outros encontrei nas minhas outras viagens. Não importa. Foi como se a gente nunca tivesse se separado! Como se pudéssemos tomar um chope juntos semana que vem. Não podemos, e é uma pena. Mas é bom saber que quando pudermos vai ser legal demais!!!

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*