familia facebook pixel

Ginastica, balé, futebol?

Minhas filhas fizeram natação. Quando aprenderam a mergulhar perderam o interesse. Depois quiseram experimentar aulas de futebol na escola. Incentivei. Mas também não rolou uma paixão. Meses depois se encantaram com a ginastica olímpica. Frequentaram durante quase um ano, levavam jeito. Um belo dia, surpresa, decidiram: “não queremos mais” (assim, as duas juntas). Agora é a vez do balé.

Ginastica x balé

Nina e Maitê estão encantadas com bailarinas, sapatilhas e coques. Arriscam passos de dança baseados no que vêem pela internet. Pedem para assistir espetáculos de balé. E já nem se lembram da ginástica (que eu adorava). Mas é isso. Eu adorava. Elas nem tanto.

Aconteceu parecido comigo. Quando eu era pequena minha mãe amava balé. Queria muito me ver nos palcos arrasando. Insistia para que eu frequentasse as aulas. E eu topava. Mesmo sem gostar e, pior, sem ter o menor jeito. Todo ano eu participava do espetáculo, mesmo errando tudo e parecendo um peixe fora d’água. Sabe um elefantinho na loja de cristal? Mais ou menos isso…

Não julgo a minha mãe, até porque não me lembro de ter pedido para sair. Mas me lembro de detestar ter que ir. De sofrer para aprender as coreografias. De me sentir aterrorizada antes de subir no palco.

E tudo isso durou até eu ser apresentada ao hipismo. Nesse dia o balé me perdeu de vez. E minha mãe aceitou. Durante 12 anos participei de torneios pelo Brasil. Ganhei algumas provas, perdi outras tantas. Mas amava mais do que tudo. Nas pistas eu me realizava!

É essa sensação que eu quero que minhas filhas tenham: de realização! Por isso mesmo decidi não insistir para que ficassem na ginástica olímpica. Quero que elas realizem os sonhos delas e não os meus. Quero que elas sejam quem quiserem ser, mesmo que isso seja bem diferente do que eu gostaria que fossem. E, até acharem suas preferências, quero ajudá-las a provar um pouco de tudo! E a mudar de ideia sempre que tiverem vontade!!

 

 

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*