Escrever é coisa do passado?

Todo dia pelo menos uma pessoa me diz: adoro seu blog. Coincidentemente no mesmo dia, no costumo ouvir: “porque você não vídeos? Escrever é coisa do passado”.  Será?

Será mesmo que o mundo vai se tornar esse lugar chato onde, assim como as revistas, livros vão morrer? Será que as pessoas vão mesmo perder a vontade de escrever porque os outros não tem vontade de ler? E, assim, num futuro próximo, vão todos trocar os computadores pelas câmeras?

Escrever é coisa do passado?

Mas e os gênios da literatura? Vão colocar onde seus pensamentos? Vão desenvolver como suas historias? Será que não vai ter mais espaço para quem se expressa melhor com as palavras escritas – como eu? Que pena…

Sorte minha que sou de uma geração antes. Tive o privilégio de devorar milhões de livros ao longo da vida, hábito, inclusive, que herdei da minha mãe. Desde que me conheço por gente ela é sócia da biblioteca da cidade onde mora, no interior de São Paulo.

Enfim, sou da época de biografias incríveis (amo), de romances que nos fazem flutuar, de temas pesados que nos fazem refletir sobre o mundo. Sou eclética. O que importa pra mim é sempre ter um livro pra ler, não importa qual.

Mas, voltando ao blog, não pretendo transformá-lo em um canal de youtube. Até acho que tenho que retomar o canal, mas não posso abandonar o blog. Foi aqui que eu comecei a desabafar quando decidi mudar de país. Foi aqui que encontrei apoio – por parte de leitores fofos. É aqui meu espaço para a receber e ajudar com dicas quem está mudando de país. Aqui é meu canto do pensamento. Onde coloco em palavras tudo que penso. “Quando leio seu blog te entendo melhor”, disse meu marido outro dia. É isso. Aqui eu me explico e sou feliz. Vou continuar escrevendo. Mesmo se isso estiver fora de moda!

x

Newsletter Familia Muda Tudo

Cadastre-se em nossa newsletter!