familia facebook pixel

Brincar é assunto sério

Brincar é assunto sério sim! Sei que parece coisa de maluco, mas é a mais pura verdade.  A brincadeira é a principal forma de expressão da criança. É o principal meio dela observar e interagir com o mundo. É através da brincadeira que a criança vai vivenciar liberdade. Criatividade. Desenvolvimento do corpo. Vai soltar a imaginação. Vai aprender a tolerar as diferenças.
brincar é assunto sério
Por isso na minha casa sempre incentivamos o brincar. Principalmente o brincar lá fora, o se sujar, por exemplo. Gostamos que a Nina e a Maitê explorem seus corpos, pulem, corram, rolem na grama! Gostamos que se divirtam nas poças d’agua depois da chuva…Como eu e meu marido fazíamos na nossa infância!brincar é assunto sério
Claro que as lembranças nos fazem achar que estamos no caminho certo. Mas o contato com profissionais gabaritados, desde que as meninas nasceram, ajudaram muito a seguirmos essa linha também.

Brincar é assunto sério

A pedagoga e professora Valéria Pasetchny nem imagina, mas foi quem mais nos inspirou nesse sentido. Primeira professora da Nina e da Maitê na escola (não por coincidência, mas porque fiz questão e fiz esse pedido a diretora). Essa profissional apaixonada por crianças é uma especialista em educação e desenvolvimento infantil . No dia-a-dia do ambiente escolar ela fazia com as meninas atividades que, em forma de brincadeira, ajudaram a promover o desenvolvimento integral delas! Era lindo de ver!
Bom, o trabalho é tão especial que extrapolou os muros da escola, obviamente. Agora a Valéria criou o InterArte (Instagram: @interarte_baby). Foi a forma que ela encontrou de trabalhar com crianças de 8 meses a 3 anos que ainda não vão à escola. Todas as atividades são em contextos domiciliares, oferecendo-aos pequenos um atendimento personalizado que confere individualidade no seu processo de desenvolvimento e aprendizagem.

Proposta

Respeitando e conhecendo cada fase do desenvolvimento infantil, Valéria propõe situações lúdicas que integram diferentes linguagens (explorações sensoriais, pinturas, modelagens, desenhos, jogos que estimulam a coordenação motora, leitura de histórias e cantigas do repertório infantil) e promovem o desenvolvimento integral da criança.
“Em cada encontro, eu levo os materiais que serão utilizados. As mamães recebem o planejamento previsto para cada “aula” para saberem o que faremos, por exemplo, modelagem com massinha de farinha; pintura com gelo colorido; meleca de tinta de gelatina; exploração com bolinhas de gel entre outras tantas propostas que encantam as crianças, ajudam no desenvolvimento e favorecem sua criatividade e expressão!, explica.
“Com vasta experiência em atendimentos às famílias relacionados às questões pertinentes ao desenvolvimento infantil, ofereço, ao final do pacote mensal (4 encontros, 1x semana), uma conversa com os pais para compartilhar as minhas observações, sugerir orientações ou esclarecer dúvidas que enriquecem o olhar da família para a compreensão do universo e do pensamento infantil”, completa.
É isso. Para Valéria brincar é assunto sério. E é por isso que a gente morre de saudade dela!

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.