familia facebook pixel

Amamentação: mais uma polêmica!

Amamentação é um tema polêmico. Infelizmente, na minha opinião. Digo isso porque acho um ato lindo. Mais: acho um milagre de Deus. E posso listar mais milhões de motivos: como o fato de fazer bem para a saúde das crianças. Mas as pessoas são diferentes e tem gente que odeia amamentar, como a apresentadora australiana Maddy Wright. Mãe de dois filhos, ela fez um desabafo em seu Instagram (@maddi_and_lloyd) sobre os efeitos negativos que a amamentação pode causar. “Eu gostaria de nunca ter amamentado meu bebê’, ela disse.

Os motivos de Maddy reclamar da amamentação são pessoais e não pretendo julgar aqui nenhum deles. Mas deixa que eu os apresente para que cada um tire suas próprias conclusões.

Amamentação e suas dificuldades

No post Maddy diz que 3 semanas depois de parar de amamentar o filho de 4 meses é uma pessoa completamente diferente. Melhor mãe e esposa melhor. Diz que tem mais energia.

“Sou mais afetuosa com meu marido. Não tenho medo de sair em público. Aproveito minhas roupas novamente, uma vez que não estou mais vazando em todos os lugares ou tendo que usar desconfortáveis sutiãs de amamentação. Sou capaz de sair de casa sozinha sem me sentir ansiosa. Sou capaz de ir para a academia de novo. Eu sei que vou receber muitos comentários negativos sobre este post, mas acho importante parra as mães saberem que elas têm escolha. Há muitos jeitos diferentes de ser mãe, mas o que muitas mães esquecem é que elas precisam ser felizes também”.

Amamentação e suas vantagens

Como disse antes não vou julgar, prometo. Vou apenas dar o MEU depoimento, baseado na MINHA experiência com a amamentação. Vale registrar mais uma vez que decidi fazer isso porque acho esse assunto importantíssimo. Na verdade não só eu. A Organização Mundial de Saúde indica que o bebê seja alimentado com leite materno até os seis meses de idade (se o leite for combinado com outros alimentos o ideal é até os dois anos).  Seus benefícios são diversos, tais como aumento de resistência a doenças e fortalecimento do sistema imunológico.

Pois bem. Além de tudo isso, amamentar, assim como ter filhos, é um ato de amor. De doação. Dói (no início), cansa, tira a liberdade de ir e vir, de beber e comer o que quiser, é verdade. Mas deixa eu falar do outro lado também?

Amamentar é lindo!!

 

 

 

 

Amamentar é ver o olhinho do seu filho dizendo que precisa de você para viver. É se sentir mais próximo dele do que qualquer pessoa no mundo. É dar amor em forma líquida. É doar-se por inteiro. Amamentar é sentir que você produz no seu corpo o que aquele serzinho indefeso precisa para crescer e se desenvolver saudável!

Nunca me esqueço de quando ía a pediatra pesar minhas filhas que mamavam no peito e, a cada consulta, elas estavam maiores, mais fortes. E graças ao meu leite!! Tem coisa mais linda? Tem. Milhares. Mas esse orgulho só quem amamenta tem. Por isso, ao ver uma polêmica como essa, faço questão de fazer o contraponto, não posso deixar passar batido.

A apresentadora australiana odiou amamentar? Pois eu, jornalista brasileira, faço questão de dizer que amei! E te convido a experimentar fazer isso pelo seu filho antes de desistir!

 

Deixar um comentário

Seu email não será divulgado.

x

Família Muda Tudo!

Assine o Blog da Família Muda Tudo!

*