familia facebook pixel

Posts by Patrícia Maldonado

Formatura: mais uma etapa concluída!

Hoje é dia da formatura da Maitê no pré. A partir de agora ela vai para o Kindergarten na mesma escola da irmã. Não vai mais usar uniforme. Não vai mais dormir na classe depois do almoço. Não vai mais ser tratada pela professora como um bebê. Minha caçula cresceu rápido. Formatura é marco! Me lembro do dia que ela nasceu como se fosse ontem. Lembro de quando aprendeu a

Continue lendo…

Vergonha e pré-adolescência!

De uma hora para outra Nina tem vergonha de tudo. Decidiu que só se troca com privacidade. Ir a piscina sem a parte de cima, por exemplo, é impossível. Sair de casa de saia só se colocar um shorts por baixo. Falar com meninos só se forem conhecidos, porque são todos bobos (palavras dela!). Será que às vésperas de fazer sete anos (dia 25/06) minha filha já é uma pré-adolescente? Vergonha

Continue lendo…

Cafezinho para garantir o pique!

Todo mundo sabe que o café nos Estados Unidos é diferente. Mais fraco. Mais aguado. As pessoas tomam em copos gigantes e não em xícaras. Ou seja, não tem nada a ver com o cafezinho que estamos acostumados no Brasil. Pois é justamente dele, do nosso café, que eu mato a saudade por aqui. Cafezinho brasileiro nos EUA? Achou estranho? Sim, eu mato a saudade do cafezinho brasileiro em Orlando!!!

Continue lendo…

Ginastica, balé, futebol?

Minhas filhas fizeram natação. Quando aprenderam a mergulhar perderam o interesse. Depois quiseram experimentar aulas de futebol na escola. Incentivei. Mas também não rolou uma paixão. Meses depois se encantaram com a ginastica olímpica. Frequentaram durante quase um ano, levavam jeito. Um belo dia, surpresa, decidiram: “não queremos mais” (assim, as duas juntas). Agora é a vez do balé. Ginastica x balé Nina e Maitê estão encantadas com bailarinas, sapatilhas

Continue lendo…

Minha casa não é de revista!

Minha casa é real. Nada daquela coisa arrumadinha que a gente vê nas revistas. Muito pelo contrário. Todos os objetos ali tem história. Me trazem lembranças. Me fazem sorrir. Minha casa não é de revista!! Na minha casa o sofá manchado de canetinha me lembra que no primeiro Natal que passamos nos Estados Unidos minhas filhas abriram o presente no lugar errado. A cadeira com pingos de vinho me faz gargalhar

Continue lendo…

Bruxa: é assim que eu me sinto!

Minhas filhas aprontam (como qualquer criança). E eu dou bronca como qualquer mãe. Coloco de castigo. Proíbo de fazerem algo que elas gostam. Faço sentar no cantinho pra pensar. E no fim do dia fico como? Me sentindo a bruxa do 71! Eu sou uma bruxa?? Eu sei que faz parte da educação. Eu sei que estou fazendo pelo bem delas. Eu sei inclusive que um dia elas vão me

Continue lendo…

Hora de brincar: férias à vista!

Hoje é um dia muito importante em muitas escolas dos Estados Unidos. É o último dia de aula!!! É hora de relaxar um pouco dos livros e cadernos, de desligar o despertador, é hora de brincar até cansar! Hora de brincar!!! Na verdade na minha casa Nina entra em férias hoje, mas a Maitê tem aula até dia 9. Por isso mesmo decidi que teremos duas festas para comemorar essa

Continue lendo…

Amizade é que segura a gente!

Cada um tem seu jeito. Uns se fazem mais presentes. Outros você sabe que é só chamar. Uns ajudam a embalar as coisas. Outros a carregar. Tem aqueles que ajudam a organizar. A decorar. Ou os que ajudam a limpar. Não importa. O que importa é que sem os amigos mudar de casa, uma das coisas mais chatas da vida, fica ainda pior. Só mesmo a amizade pra fazer a

Continue lendo…

Comemorar o dia dos pais duas vezes pode?

Comemorar datas especiais, como dia dos pais, é sempre bom. Mas quando a gente mora fora é ainda melhor, sabe por que? Porque aí a gente comemora duas vezes!!! Aqui nos Estados Unidos esse ano o dia dos pais vai cair em 18 de junho. No Brasil em 13 de agosto! Ou seja: teremos duas festas na minha casa! Comemorar nunca é demais!!! Já deu pra perceber que eu sou

Continue lendo…

Mudanças residenciais mudam tudo!

Mudanças residenciais significam muito pra mim. Mais do que mudar de casa simplesmente, quando eu me mudo eu costumo abandonar também velhas peças e velhos hábitos. Experimentar um novo jeito de ser e de viver. Me redescobrir. Falo isso baseado em vasta experiência. Mudei de casa milhões de vezes. Quando era pequena morávamos todos numa casa pequena. Mudamos pra uma chácara em busca de espaço. O tempo passou e decidimos tentar

Continue lendo…